Resenha - Anna e o Beijo Francês


“Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina..."

Anna Oliphant é uma garota que possui grandes planos para vida. Está indo para o último ano da escola, já escolheu qual faculdade quer cursar, tem uma grande melhor amiga, e está sendo correspondida pelo goroto lindo que ela gosta. Tudo parece dar certo, até que seus pais decidem que ela deve cursar o ultimo do colégio em Paris.
Fala a verdade, qualquer garota ficaria maravilhada por passar um ano estudando em Paris, mas não Ana. Ela não quer lagar seus amigos, sua mãe e muito menos Toph, o carinha que ela gosta.

“Pânico. Eles me deixaram. Meus pais realmente me deixaram! Na França!”

Ainda no seu primeiro dia sozinha em Paris, Ana percebe que as coisas podem não ser tão ruins, já que logo ela faz amizade com Meridith, Josh, Rashimi e... St. Clair. St. Clair é o tipo carinha lindo, carismático e confiante que arranca suspiros por onde passa, e é claro, chama a atenção de Anna. Logo eles começam uma amizade, e então Anna percebe que pode estar querendo mais que a amizade do garoto. Nesse momento ela começa a entrar em um dilema, já que ainda gosta de Toph e acha que ele está esperando por ela do outro lado do oceano, e para piorar a situação St. Clair tem uma namorada.
Além de seu drama romântico, Anna tem dificuldades de se adaptar ao novo colégio, assim como também tem problemas em se relacionar com seu pai, um escritor famoso, foi ele quem decidiu mandá-la para Paris e isso faz com que ela fique ainda mais magoada com ele.

O desenrolar da trama é contagioso e divertido, é um romance adolescente, onde tudo acontece no seu tempo. A narração é maravilhosa, como a autora detalha Paris, fez com que eu me sentisse lá.

“Eu me demoro e pego o caminho mais longo para o Panteão. A cidade é bonita.”

Adorei conhecer o mundo de Anna, com certeza é um livro muito fofo!! ^^


3 Gostou? Comente!:

Obrigada por participar!!
Não esqueça de curtir a página do blog no face...
https://www.facebook.com/umminutoumlivroblog

 

© Template elaborado por Cantinho do Blog. Clique aqui e Encomende o seu! - 2015. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré