Tatuagens Literárias

Acho que vocês ainda não sabem o quanto sou apaixonada por tattoos! Imaginem tatuagens inspiradas em livros... 
Então decidi fazer esse post para mostrar a vocês as minhas tatuagens literárias, e outras que vi na internet e amei!


Começando pelas minhas.

A Saga Hush Hush foi a primeira saga que amei!! Então decidi fazer essa peninha, para nunca esquecer do Patch e também porque amei o significado dela.

Antes de fazer a tattoo, fiz umas pesquisas sobre o significado das penas. Aqui está alguns que encontrei:
“Na Idade Média, a pena funcionava como uma espécie de oráculo, caso a pessoa que estivesse perdida seja num labirinto, seja numa encruzilhada, ao soprar uma pena no ar, ela indicaria a direção e o caminho correto. Por isso, em muitas culturas, a pena simboliza a boa sorte, a proteção, a força do pensamento.”
“Para os Egípcios, a pena é o símbolo da justiça uma vez que nos pratos da balança era considerado o peso mais leve, contudo, suficiente para desequilibrar a balança.”
“Quando se fala em penas, lembramos de pássaros. E os pássaros estão ligados com a noção liberdade e com a capacidade de mudança e adaptação, já que estão cada hora em um lugar.”
“As assas dos anjos também são feitas de pena, portando, a proteção pode ser simbolizada por asas com muitas penas ou apenas penas soltas.”

Essa frase de "A Culpa é Das Estrelas" me inspira muito. E amei ela antes mesmo de ler o livro. Portanto, fui obrigada a tatua-la!! ^^,

Quando fui fazer minha ultima tattoo, fiz várias pesquisas para ter inspiração e encontrei essas outras que amei e me deixaram na indecisão!!

Essa foi uma das que mais amei! Símbolos representando livros perfeitos e a "Livros são a prova de que humanos podem fazer magica" em inglês.

Essa é para os potterianos de platão! Simples, delicada e lindaaa.


E que tal lembrar dos livros da infância com "Peter Pan" ou "O Pequeno Príncipe"? Essas duas são muito fofas!!

Para quem é mais ousado, que tal essa da Khaleesi? Eu não faria (gosto de tatuagens mais delicadas), mas gostei muito!



 



E aí? Gostaram de alguma?




Sophie Kinsella

Hoje vou falar sobre os livros que já li da Sophie Kinsella!
Sophie Kinsella tem 44 anos, é britânica e foi jornalista de economia, com especialização na área financeira.
Assim como eu, muitos consideram ela a rainha do Chick lit.  A final o que é Chick lit? "é um gênero de escrita que se enquadra dentro da ficção feminina, que aborda as questões das mulheres modernas. Chick-Lits são romances leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna, independente, culta e audaciosa." Fonte: Wikipedia
Amo todos os livros dela!!
Todas as suas personagens têm muita coisa em comum:
São engraçadas, vivem se metendo em grandes confusões!! Daquelas que você diz: “eu não acredito que ela vai fazer isso.” Usam "mentirinhas inocentes" que acabam se transformando numa bola de neve gigante. Conhecem o amor em situações no mínimo cômicas.
Sophie cria personagens leves e divertidos que podem ser facilmente identificados com pessoas do seu dia-dia.

Minha primeira experiência com a Sophie foi o livro “Os Delírios de Consumo de Becky Bloom”.

Sinopse: “Rebecca Bloom é uma jornalista especializada na área de finanças e uma compradora compulsiva. Na realidade, ela nada entende de economia, apesar de trabalhar no ramo, vive fugindo do gerente de banco e inventa meios malucos de conseguir pagar seu cartão de crédito. Romance de estréia de Sophie Kinsella.”

Becky é a personagem mais conhecida de Sophie, graças a adaptação  do livro para o cinema.

Rebecca Bloom, mais conhecida como Becky, é uma jornalista, louca por compras (sério, ela compra qualquer coisa) e endividada demais. Becky decide trabalhar no ramo da economia como conselheira financeira (isso mesmo!), o problema é que ela não segue os próprios conselhos . Ela vive mentido, para o gerente do banco, para sua melhor amiga e para qualquer outra pessoa que ela precise dar uma desculpa, vive invetando histórias e desculpas que ela acaba acreditando mais que os outros, e por isso ela se mete cada vez em mais confusões.




O segundo livro foi “Fiquei com seu número”. Eu já resenhei ele aqui no blog!

Sinopse: “A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.”

Poppy é uma fisioterapeuta que tem um noivo “super inteligente” e bem sucedido que vem de uma família de “super gênios”. Apesar de amar o noivo, Poppy não se sente bem com a família dele, que sempre parece menosprezá-la.  Através de uma confusão em que ela encontra um celular na lata de lixo, Poppy percebe que sua vida pode ser bem melhor.


“Menina de vinte” Já falei sobre ele aqui no blog, sofri de DPL...

Sinopse: “Lara Lington sempre teve uma imaginação fértil. Agora ela começa a se perguntar se está ficando maluca de vez. Meninas normais de vinte poucos anos não veem fantasmas, né? Pelo menos era o que ela pensava até o espírito da tia-avó Sadie, que foi uma jovem dançarina de Charleston com ideias avançadas sobre moda e amor, aparecer misteriosamente com um último pedido: Lara precisa localizar um colar que foi dela por mais de 75 anos. Só assim tia Sadie poderá descansar em paz. Além de encontrar a joia, Lara tem que lidar com probleminhas do dia a dia: a sócia foi curtir um romance em Goa, sua empresa está afundando e ela acabou de ser abandonada pelo homem “perfeito”. Nesta divertida história, Lara e Sadie são duas meninas de vinte bem diferentes que vão aprender a importância dos laços familiares e da amizade.”

Amei a Lara e principalmente a espirituosa e alegre Sadie, ela faz Lara entrar em cada confusão, como por exemplo invadir uma reunião executiva e convidar um dos chefes da reunião para sair (detalhe, ela nunca tinha visto o cara na vida).


“O Segredo de Emma Corrigan” de todos os livros da Sophie que já li, esse é o meu favorito. Me identifiquei muito com a personagem.

Sinopse: “Emma, uma inglesa perto dos 30 anos, mas longe de uma definição na vida. Na memória ela guarda situações ultraconfidenciais: como perdeu a virgindade enquanto os pais assistiam Ben-Hur na sala de TV, o que pensa sobre o namorado, as peças que prega nos colegas de escritório, seu peso real.
Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?
Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional - e voltar às boas com o pessoal do escritório - Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.”

Emma é demais, como a maioria das mulheres ela tem segredinhos que não conta para ninguém como por exemplo, que ficou bêbada na festa de fim de ano da empresa e tirou xerox da própria bunda... Agora já pensou revelar todos os seus segredos para o seu chefe? Pois é ele sabe que a cópia de uma bunda exposto no mural da empresa é dela, sabe que ela mente seu peso, sabe que rega ela a planta da colega de trabalho com suco!
E ele se diverte com isso e faz com que ela entre em muitas situações engraçadas.


E minha última e mais recente experiência foi “Lembra de Mim?”

Sinopse: “Lexi desperta em um leito de hospital após um acidente de carro, pensando que está em 2004, que tem 25 anos, uma aparência desleixada e um namoro desastroso. Mas, para sua surpresa, ela descobre que está em 2007, tem 28 anos, é chefe de seu departamento e sua aparência está impecável. E ainda é casada com um lindo milionário! Ela não pode acreditar na sorte que teve. Mas conforme ela descobre mais sobre a nova Lexi, nota problemas graves em sua vida perfeita. E, para completar, uma revelação bombástica pode ser sua única esperança de recuperar a memória.”

Imagina você acordar um dia e descobrir que três anos da sua vida foram apagados da sua memória?

Isso aconteceu com Lexi, ela simplesmente não lembra de nada dos 3 anos mais importantes da sua vida. Não conhece seu marido, tenta a todo custo se relacionar com garotas que não são mais suas amigas a anos, descobre que é uma “chefe chata dos infernos”, e muitas outras coisas... e para ter sua antiga vida de volta, ela entra em muitas confusões!





Viajar para encontrar o amor...

Ler um livro nos traz a oportunidade de conhecer diversos lugares, e podemos fazer viagens incríveis com alguns personagens.
Hoje decidi citar alguns livros em que os personagens viajam e encontram o amor.


       Qual o Seu Número? – Karyn Bosnak: Nesse livro, após ler uma pesquisa em uma revista feminina, Delilah descobre que já teve homens demais em sua vida. E para não virar uma tia solteirona com relacionamentos fracassados, ela embarcar em uma louca viagem atrás de seus ex-namorados na tentativa de reatar com algum deles.

Sinopse do livro: "Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível achar a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo."

Minha frase favorita: "Para viver, é preciso assumir um risco (ou vinte, ou quarenta, ou sessenta, seja lá quantos forem). É preciso tentar até as coisas darem certo."


       Cidades de Papel – John Green: Eu já resenhei “Cidades de Papel” aqui. Em "Cidades de Papel", Q pega seu carro, e sai com seus amigos em uma aventura alucinante procurando por Margo, uma amiga, que do dia para a noite, desapareceu.

Sinopse do livro: "Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.
Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.
Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia."


Minha frase favorita: “Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa de beleza. É como escolher o cereal da manhã pela cor, e não pelo sabor.”


       Um Homem de Sorte – Nicholas Sparks: Também já falei dele aqui. “Um Homem de Sorte” com a história de Thibault, um ex fusileiro, que faz uma longa viagem a pé, na tentativa de encontrar a garota de uma foto que ele achou no Iraque, enquanto servia o exército americano.

Sinopse do livro: “Mas não estava em outra época e lugar, e nada daquilo era normal. Trazia a fotografa dela consigo há mais de cinco anos. Atravessou o país por ela.” “Era estranho pensar nas reviravoltas que a vida de um homem pode dar. Até um ano atrás, Thibault teria pulado de alegria diante da oportunidade de passar um fm de semana ao lado de Amy e suas amigas. Provavelmente, era exatamente isso de que precisava, mas quando elas o deixaram na entrada da cidade de Hampton, com o calor da tarde de agosto em seu ápice, ele acenou para elas, sentindo-se estranhamente aliviado. Colocar uma carapuça de normalidade havia-o deixado exausto. Depois de sair do Colorado, há cinco meses, ele não havia passado mais do que algumas horas sozinho com alguém por livre e espontânea vontade. (...) Imaginava ter caminhado mais de 30 quilômetros por dia, embora não tivesse feito um registro formal do tempo e das distâncias percorridas. Esse não era o objetivo da viagem. Imaginava que algumas pessoas acreditavam que ele viajava para esquecer as lembranças do mundo que havia deixado para trás, o que dava à viagem uma conotação poética. prazer de caminhar. Estavam todos errados. Ele gostava de caminhar e tinha um destino para chegar."

Minha frase favorita: "Às vezes as coisas mais ordinárias podem transformar-se em extraordinárias, simplesmente se realizadas pelas pessoas certas."


       Anna e o Beijo Francês – Stephanie Perkins: Eu considero esse romance muito fofo e também já resenhei ele aqui. No livro, os pais de Anna decidem que ela deve estudar em uma escola em Paris (que sonho), e mesmo contra vontade, ela vai. Lá, ela descobre grandes amizades e conhece o cara perfeito, só tem um problema, ele tem namorada.

Sinopse do livro: "Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?" 


Minha frase favorita: "Há poucas coisas piores que alimentar sentimentos por alguém que você não deveria."




Resenha - O Místico Sagrado



Sinopse: "O Bem e o Mal estão em todo lugar. Nós somos Yin-yang, bom e mau. E isso nos acompanha por onde andamos. A vida é feita de dualidade, bonito e feio, rico e pobre, luz e sombra, vida e morte. Temos o livre-arbítrio de deixar fluir aquilo que nos for mais sedutor, mais conveniente, mais atrativo... Melanie tem a missão de salvar sua vida do modo que ela apesar de saber muito bem como se faz, deixa a desejar. Para isso, terá que infiltrar-se na Casa Branca Hospedagem, um lar requintado que esconde tenebrosos segredos e nada é aquilo que parece ser. A dualidade em pessoa mora ali e a nova hóspede terá que aprender a se defender se quiser sair viva."


====

“Este é o Sagrado Olho Místico! Proteja-o como se fosse a sua vida, pois Dele depende o futuro dos homens. ”

Um romance policial cheio de suspense e mistérios.
“O Místico Sagrado”, é perfeito para quem quer uma leitura rápida e cheia de enigmas.
A história começa de forma dramática, no início temos um ritual muito macabro envolvendo o sacrifício de uma criança, recém-nascida, uma oferenda ao Deus pagão Molok.
O livro conta sobre um objeto muito antigo chamado de “Sagrado Olho Místico”, uma peça rara que há muito tempo é protegida por uma ordem secreta chamada de “Ordem Antiga e Fraterna Do Místico Sagrado”. Esse poderoso objeto está sendo cobiçado por dois caçadores de relíquias, Moser, um homem misterioso e ameaçador e sua parceira Melanie, a espiã mais desastrada e atrapalhada que já conheci (ela é daquelas personagens que você vive dizendo assim: "puts ela não fez isso"), eles procuram a peça com a intenção de vende-la ao mafioso internacional Mr. Black. Para conseguir informações sobre a peça, Melanie se instala na Casa Branca Hospedagens, um lugar que contem muitos segredos.
No decorrer da trama percebemos que mais alguém está tentando roubar o “Sagrado Olho Místico”, alguém que possui mais poderes e influencias que os caçadores, e que quer utilizar a peça em uma seita que pode libertar um grande mal.
E é aí que história fica muito interessante! Em uma luta contra o tempo, todos correm atrás da relíquia, alguns tentando proteger e outros tentando roubá-la.

"desde a antiguidade os Antigos Egípcios já tanto queriam... — Pausa, aumentando o mistério e continua: — Mas não conseguiram o Sagrado Olho Místico! ... Só ele tem o poder de dar a cura às mazelas do mundo."

O desencadear da história é surpreendente e emocionante.

"O choro alto e os gritos da vítima confundem-se com o som dos tiros que por várias vezes passam quase que a atingindo, o que por milagre não acontece, tornando aquela dramática situação ainda mais delicada."

E o final... pelo desfecho acredito que teremos continuação, só acho que acabou muito de repente (eu precisava de mais algumas páginas... rsrsr). O interessante é que nos deixa na maior curiosidade, e com muita, muita vontade de ler uma continuação!!


Pontos Fortes:
 * O livro mostra a perspectiva de vários personagens. Com o desencadear dos eventos, começamos a perceber o que acontece e a importância de cada personagem. O autor soube colocar isso muito bem.
 * O livro é pequeno, perfeito para quem gosta de uma leitura rápida.

Pontos Fracos:
 * A narração é pouco detalhada, não temos muitas descrições, principalmente dos personagens.
 * Os capítulos após o ritual são um pouco parados, isso pode fazer com que algumas pessoas desistam da leitura, ele começa a ficar realmente interessante após alguns capítulos.


Se recomendo "O Mistico Sagrado"? Claro que sim!



19 livros #3

Oi pessoal! Lembra daquela minha lista de 19 livros que publiquei no final de maio?
Então consegui ler mais três!! E vou falar para vocês o que achei deles...

Convergente – Veronica Roth

“Todas as pessoas têm algo de mau dentro de si e o primeiro passo para amar qualquer pessoa é reconhecer o mesmo mal dentro de nós para que possamos perdoá-la..”

Esse foi um livro que mexeu comigo.
Com “Convergente”, a trilogia “Divergente” é encerrada, e ele nos traz muitas respostas de questões que foram surgindo no decorrer dos livros anteriores. Nesse livro, vemos o amadurecimento do amor entre Tris e Quatro e temos uma nova percepção do mundo futurístico da trilogia. Também conhecemos novos personagens que são decisivos para a trama.
Assim como os outros livros da trilogia, esse também me envolveu, ele entra mais a fundo na história política e em como o mundo chegou naquela situação.

Pontos Fortes:
*O livro traz uma ótima lição,
*Ele é nos faz sentir todo tipo de emoção, amor, raiva, ciúme, arrependimentos, e muita tristeza... (Na noite em que terminei o livro, dormi pensando no final.)

Pontos Fracos:
*A narração alternada entre Tris e Quatro deixou a história um pouco confusa.
*Amo a trilogia Divergente mas na minha opinião, comparando com os primeiros livros, esse não foi tão bom.

Classificação: 



Jardim de Inverno – Kristin Hannah

“Quando somos mães, nós... suportamos o que for preciso por nossas crianças. Você vai protege-las. Isso vai doer em você; isso vai doer nelas. Seu trabalho é esconder que seu coração está se partindo e fazer o que elas precisam que você faça. ”

“Jardim de inverno” é um livro emocionante e encantador. É incrível o jeito como a história corre e nos leva junto com ela.
O livro conta sobre a vida das irmãs Nina e Meredith e o relacionamento delas com a mãe, uma pessoa a dura e fria que sempre ignorou as filhas. No leito de morte o pai faz a esposa prometer que terminará de contar um misterioso conto de fadas que ela sempre contava quando as garotas eram crianças, e assim faz suas filhas prometerem que escutarão.
Através do conto de fadas, elas vão descobrindo o passado da mãe e coisas que elas nunca conseguiriam imaginar.
E o final... Bem, o final é realmente admirável!!
Se você não quer chorar não leia “Jardim de Inverno”, ele toca o fundo do coração que qualquer mulher que é, ou que pretende ser mãe.

Pontos Fortes:
*O livro mostra de uma forma marcante, até que ponto uma mãe pode chegar para proteger seus filhos.
*A narração é ótima e encantadora.

Pontos Fracos:
* O início da história é lento e um pouco monótono.

Classificação: 




Apaixonados – Histórias de amor de Fallen – Lauren Kate

“Se eu não posso ter você, eu não quero nada."

Um livro doce, romântico, trágico e atraente.
Quando leio um livro e me interesso por personagens coadjuvantes, logo fico curiosa sobre eles, qual foi seu passado? Como será seu futuro? O que ele pensa? Essas são algumas das muitas perguntas que me faço. Em apaixonados muitas dessas perguntas podem ser respondidas, como por exemplo, como Ariane ganhou aquela cicatriz no pescoço?
Esse é um livro romântico, leve e gostoso de ler.

Pontos Fortes:
*Podemos ir mais a fundo na vida que personagens que não se destacam tanto em Fallen, como Roland, quem ele é?
*Temos mais Luce e Daniel.

Pontos Fracos:
*Faltou as histórias de Gabbe, Molly e é claro do Cam, queria saber mais sobre o romance dele com Lilith;
*Achei a história do Roland um pouco confusa.

Classificação: 


E como está minha lista?
1.     As Vantagens de ser Invisível – Stephen Chbosky
2.     Convergente – Veronica Roth
3.     Jardim de Inverno – Kristin Hannah
        Zandrora - Rennan Hiago
4.     Apaixonados – Lauren Kate
        O Mistico Sagrado - Raymundo Monteiro (lendo)
5.     Quem é você Alaska? –John Green
6.     Lembra de mim - Sophie Kinsella
7.     Julieta – Anne Fortier
8.     Becky Bloom Delirios de consumo na 5a Avenida - Sophie Kinsella
9.     As crônicas de Nárnia (edição completa) – C. S. Lews
10.   Ponte em Chamas (livro 2 – A Ordem dos Arquerios) – John Flanagan
11.   O Milagre – Nicholas Sparks
12.   O Dom (livro 2 - Bruxos e Bruxas) – James Patterson
13.   A Cruzada Secrete (Livro 3 - Assassin’s Creed) – Oliver Bowden
14.   Revelações (Livro 4 - Assassin’s Creed) – Oliver Bowden
15.   Bandeira Negra (Livro 5 Assassin’s Creed) – Oliver Bowden
16.   Percy Jackson e o Ultimo Olimpiano – Rick Riordan
17.   O Presente – Cecelia Ahern
18.   Onze Minutos – Paulo Coelho
19.   Brandemburgo – Henry Porter




 

© Template elaborado por Cantinho do Blog. Clique aqui e Encomende o seu! - 2015. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré