Nova parceria!!

Adoro falar sobre novos autores, e hoje vou apresentar para vocês um novo parceiro do Blog, Raymundo Monteiro!!

Vamos conhecer um pouco sobre e ele?

Um Minuto - Fale um pouco sobre você!
Raymundo - "Sou natural de Rio Real, agreste da Bahia. Tenho 31 anos de idade. Estou fazendo um curso preparatório para o Vestibular. Pretendo fazer Letras. Atualmente estou trabalhando na divulgação do livro que está na rede de livraria Leitura. Meus objetivos para este projeto é escrever outras continuações da história. Trata-se de uma série literária."
  
U.M. - Quando você começou a escrever?
R - "Desde criança sempre gostei de criar estórias, quando criança, ficava no quintal de casa brincando de teatro. Fazia as histórias, ali, no improviso, e ia teatralizando. Quando adolescente, comecei a enviar os originais para as editoras. Com o tempo, fui criando um senso crítico mais apurado. Em 2009 fui morar em São Paulo-SP, lá, cursei umas oficinas de criação na Escola de Atores Wolf Maya, com Daniel Baldi. Lá, conheci o técnicas básicas de criação de roteiro. Em 2011, consegui com o apoio de Tony de França, estrear minha primeira Rádio Novela, "Sonhos de Ângela, na Rádio Boa Nova, Sorocaba-SP. Onde ainda escrevo."

U.M. - Tem algum (ou mais de um) autor que te inspire? Quais são e porquê?
R - "Sim. Marcos Rey, um dos maiores autores da serie Vaga-lume; Ganymédes José; Lúcia de Machado Almeida; Maria José Dupré; José de Alencar... São escritores que me influenciaram com sua escrita simples e inteligente."

U.M. - Tem algum livro ou tema favorito? Qual?
R - "Sim, alguns. Mas vou citar um dos melhores, para mim. Um dos meus livros favoritos é Frankenstein, de Mary Shelley."

U.M. - Vamos falar do seu livro “O Místico Sagrado”.
Ele é seu primeiro livro?
R -" 'O Místico Sagrado' é o meu primeiro livro publicado em uma editora. Mas, já havia publicado outros de modo independente. O primeiro mesmo foi 'A Maçã', um romance que fala sobre Reencarnação. O segundo, 'Lendas de Realeza', infanto-juvenil que aborda as lendas e mitos brasileiros como pano de fundo."

U.M. - O que inspirou você a escreve-lo? De onde surgiram as ideias?
R - " 'O Místico Sagrado', na verdade, surgiu a partir do livro 'O Enigma da Casa de Vidro', Ganymédes José. Um romance que fala sobre parapsicologia. Muito instigante! A partir daí, há uns dez anos atrás, quando li o livro umas três vezes para entender melhor a ideia principal da trama, comecei a traçar o perfil das personagens e a coluna de 'O Místico', passei por várias ideias, formatos e desfechos até chegar no resultado que chegou hoje. 
Ser ESCRITOR exige muito trabalho, dedicação e senso crítico. Vale a pena porque não tem coisa melhor do que ver seu trabalho sendo conhecido e reconhecido pelas pessoas. E o mais importante para quem trabalha com arte: paciência, sabedoria e persistência. O importante é não desistir, no momento certo, as coisas acontecem."

Estou adorando conhecer o Raymundo, desejo tudo de bom para ele!!
Na segunda ou terça vou começar a ler "O Mistico Sagrado", então acredito que no próximo fim de semana apresentarei a resenha dele para vocês!!!

Compre o livro O MÍSTICO SAGRADO pelo site: www.rmedicoes.com.br e concorra a 10 TABLETS!!



Nova temporada de Teen Wolf

Nesta segunda, dia 23, estreou no canal americano da MTV a 4º temporada de Teen Wolf, e ontem, eu assisti ao primeiro episódio dessa nova temporada.
E foi de tirar o folego...

O episódio se passa em um cenário totalmente diferente do qual estamos acostumados.
Na tentativa de localizar e resgatar Derek, nosso Alpha Scott e seus amigos, Stiles, Lydia, Kira e Malia, vão parar no México, e lá, se deparam com uma poderosa caçadora que pode facilmente acabar com eles. Ainda no México, com uma grande ajuda, eles viajam por um perigoso deserto e encontram um lugar misterioso que pode estar cheio de forças malignas.


Como toda nova temporada, nessa também temos uma nova abertura! Onde entram as atrizes Arden Cho e Shelley Hennig e não vemos mais Crystal Reed.





Sinopse do episódio:
"Quando um de seus amigos desaparece, Scott e o bando viajam ao México em uma missão de resgate."

Sinopse da 4ª temporada:
"Ainda lidando com as perdas trágicas, Scott, Stiles, Lydia e Kira retornam para um novo semestre no colégio com mais preocupações humanas do que sobrenaturais, ao mesmo tempo em que tentam ajudar a nova amiga, Malia, a se reintegrar na sociedade. No entanto, a ressurreição surpreendente de Kate Argent traz uma nova ameaça a Beacon Hills, juntamente com a aparição de outro inimigo misterioso, conhecido simplesmente como 'O Benfeitor'."


Com este episódio dá para perceber que teremos muitas novidades, grandes momentos e muito romance vindo por aí. Não posso deixar de comentar que sentirei muita falta da Allison.

Agora é só esperar pelo próximo episódio!




Resenha - Zandrora, A floresta da ilusão

Skoob: Clique Aqui

Com músicas boas (boas pelo menos para mim ^^), personagens, momentos de ação e expressões saídas dos games. Conforme você vai lendo, o livro parece ganhar vida.

"Coloquei meus fones e ativei a versão de Bóris para Psychosocial."
"– Game over. – falei enquanto a parede do campo de distorção se estilhaçou como vidro."

Em “Zandrora – A floresta da ilusão”, você entra em um mundo mágico e diferente. 

"aquela era Zandrora, uma floresta entorpecedora e surreal. Com árvores certamente muito antigas, pois pareciam tocar o céu e sumiam em meio à névoa. O ar era muito frio e também chovia muito."

Otávio é um garoto tímido que mora com a mãe – a pessoa mais especial na vida dele, sua razão de viver - ele nunca conheceu seu pai e nenhum outro parente. Ele é tímido e não tem amigos, gosta de ler, ouvir música e praticar parkour. Não é nem um pouco sociável, é até um pouco depressivo, e tenta se isolar do mundo o máximo que pode. Sua vida se divide em: trabalhar, estudar e curtir seus hobbies.

"Eu resolvi seguir em frente, não querendo viver, mas ocupando aquele intervalo que existia entre a vida e a morte que eu denominava existência."

Sua cidade é conhecida por eventos sobrenaturais que aconteceram e ainda acontecem, como uma arvore que surgiu da noite para o dia e que vive rodeada por lindas borboletas e uma chuva intensa que não pode ser prevista e chega a durar semanas.
A vida de Otávio começa a mudar no dia em que ele está passando pela praça - onde a misteriosa arvore está plantada – e supostamente é atropelado por um caminhão. Inconformado com a história do acidente e na procura por resposta sobre o acontecimento, Otávio conhece Bóris Watson, um homem misterioso dono de uma nova livraria na cidade. Os dois logo tornam-se grandes amigos, e mostram ter um elo que tal vez exista a muito tempo.

"Algo de muito errado está havendo, algo que pode mudar a direção de tudo que conhecemos."

Desde que conheceu Bóris, Otávio percebe muitas coisas estranhas acontecendo, tempestades que surgem do nada, um cachorro cujo os olhos mudam de cor, a fé inabalável de Bóris. As dúvidas de Otávio só aumentam e ele não sabe como encontrar respostas.
Até que, com ajuda de Gordon, Samantha e Veronica, o garoto começa a conhecer seu passado, e descobre, não só a sua verdadeira origem, mas também que sua vida e a de muitas pessoas está em jogo, e que ele precisa lutar e vencer, para não perder tudo aquilo que ama.

"Enfim estávamos próximos à Zandrora, eu precisava destruir a pedra do destino, embora não soubesse sua localização. Aquele momento era decisivo em minha vida, a partir dele tudo mudaria."

Um livro cheio de mistérios e fantasias, capaz de prender a atenção do começo ao fim. Seus personagens são fortes, marcantes e encantadores.
Eu quero muito, muito ter uma Samantha e uma Veronica na minha vida!! Não sabe o que é? Leia Zandrora e descubra... =)

Pontos Positivos:
*O livro possui sua própria trilha sonora. Você pode procurar as musicas e escutar enquanto lê.
*Otávio é um garoto comum e muito desconectado do mundo. (Eu gosto de personagens assim.)
*A história flui durante todo o livro, e os acontecimentos vão surgindo aos poucos, e não de supetão como em muitos livros sobrenaturais.

Pontos Negativos:
*Sim, é um livro sobrenatural, mas certos eventos são muito exagerados. Eu particularmente não ligo, mas algumas pessoas podem não gostar.
*No início a relação entre Otávio e Bóris é um pouco confusa.
*A transição entre a narração de Otávio e os diálogos entre outros personagens, pode confundir no começo, pois não conseguimos saber se Otávio está ou não participando dos diálogos.

O triste é ter que esperar pelo segundo livro... Estou louca para ler!!! ^^





Fui ao cinema - #4

Fui ao cinema assistir “A Culpa é Das Estrelas”.



Que achei o filme?

Lindo, fofo, apaixonante...
Perfeito como eu imaginava. Acredito que a participação do John Green no set, contribuiu muito para que o filme ficasse fiel ao livro.

 Gostei muito do que o crítico de cinema Roberto Sadovski escreveu sobre o filme. Acho que ele consegui descrever ACEDE muito bem.
“No dia seguinte você vai sorrir ao lembrar do filme e vai, com o coração leve e sincero, acreditar que o amor vale a pena – e é mesmo infinito, mesmo quando medido entre números curtos. O.K.?”

Comparando com o livro?


Claro que com o livro nos emocionamos mais, podemos ler e “sentir” cada detalhe, conhecemos com mais profundidade os sentimentos da Hazel. Mas o filme não ficou muito longe, todos os momentos que eu considerava importante foram inclusos no filme. E o que mais amei, aqueles diálogos inesquecíveis, as frases que nos tocaram no livro estavam presentes no filme e isso me deixou muito empolgada.

E os atores?

Shailene Woodley e Ansel Elgort simplesmente nasceram para ser Hazel Grace e Augustus Waters. Eles provaram serem ótimos atores!

Também tenho que destacar a atuação de Nat Wolff, nosso futuro Quentin, brilhou como Isaac. Tenho certeza de que fará um bom trabalho em Cidades de Papel.
Shailene, Ansel e Nat fizeram um trio perfeito!

O que achei do final do filme?

Lágrimas, lágrimas e mais lágrimas. Mesmo para quem leu o livro e sabe o final, não consegue conter as lagrimas. Foi um final emocionante e digno da história.

Classificação geral:

Trailer: 




19 livros #2

Sabe aquela meta de leitura?
Então, terminei "As Vantagens de ser Invisível" de Stephen Chbosky. Na verdade terminei na semana passada, mas não tive oportunidade de publicar antes.
Sinopse:
"Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.
As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.
Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo."


Gostei muito de conhecer a história de Charlie. Ele não é amigo dos "populares", não se envolve com eles, não tem sonhos exagerados e vive um dia após o outro. É um garoto comum que vive coisas comuns. No decorrer do livro vamos conhecendo esse garoto genial e começamos a perceber seus medos e traumas.
"As Vantagens de Ser Invisível" é um drama que mexe com nosso psicológico.


Pontos positivos:
*O livro possui personagens engraçados e divertidos;
*Seus personagens pode ser facilmente confundidos com pessoas reais;
*Charlie não é o mocinho "perfeitinho" que faz tudo certo.

Pontos negativos:
*O livro é uma forma de diário escrito em cartas, isso faz com que algumas narrativas sejam muito paradas e tediosas;
*Até conhecer seus amigos, Charlei não é um garoto muito empolgante.

Uma frase:
"E naquele momento eu seria capaz de jurar que éramos infinitos."

Minha classificação: 

Como está minha lista?
1.     As Vantagens de ser Invisível – Stephen Chbosky
2.     Convergente – Veronica Roth
3.     Jardim de Inverno – Kristin Hannah (Lendo)
        Zandrora - Rennan Hiago (Lendo)
4.     Apaixonados – Lauren Kate
5.     Quem é você Alaska? –John Green
6.     Lembra de mim - Sophie Kinsella
7.     Julieta – Anne Fortier
8.     Becky Bloom Delirios de consumo na 5a Avenida - Sophie Kinsella
9.     As crônicas de Nárnia (edição completa) – C. S. Lews
10.   Ponte em Chamas (livro 2 – A Ordem dos Arquerios) – John Flanagan
11.   O Milagre – Nicholas Sparks
12.   O Dom (livro 2 - Bruxos e Bruxas) – James Patterson
13.   A Cruzada Secrete (Livro 3 - Assassin’s Creed) – Oliver Bowden
14.   Revelações (Livro 4 - Assassin’s Creed) – Oliver Bowden
15.   Bandeira Negra (Livro 5 Assassin’s Creed) – Oliver Bowden
16.   Percy Jackson e o Ultimo Olimpiano – Rick Riordan
17.   O Presente – Cecelia Ahern
18.   Onze Minutos – Paulo Coelho
19.   Brandemburgo – Henry Porter




Autor parceiro

Oi gente, o blog está crescendo e conseguimos nosso primeiro autor parceiro.
E para apresenta-lo a vocês, tive um bate papo com ele fazendo uma breve descrição no seu perfil.

Um Minuto - Quem é você?
Rennan - “Rennan Hiago (Ninguém me chama pelo nome composto nem de Hiago), tenho 21 anos (22 em 3 de agosto), nasci em Vilhena – Rondônia, cidade onde ainda moro. Me formei em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e trabalho como vendedor na livraria da cidade.”

U.M. – Quando se interessou por escrever?
R. - “Imagino que quem gosta de ler, sente desejo pela escrita. Acho que quando estava no fim do ensino médio, por fascinação, pelo fato de uma pessoa ser capaz de criar situações e personagens capazes de despertar emoções em tantas outras pessoas.  Christopher Paolini (Eragon), por começar a escrever aos quinze anos e Stephenie Meyer (Crepúsculo), por ter criado uma história a partir de um simples sonho.”

U.M. – Quais seu livros favoritos?
R. – “Não conseguiria escolher um livro favorito.  Acho que cada um sempre tem algo extremamente particular. Emoções, frases, momentos, contextos.  Coisas que só aquele livro possui, que só ele pode te fazer sentir.”

U.M. – O que você gosta nos livros?
R. – “O que mais gosto é a sensação de os personagens terem se tornado reais para mim. As músicas citadas que sintonizam com situações da trama, é algo que me agrada também.”

U.M. – Qual sua inspiração para escrever Zandrora?
R. – “Tive a ideia na fila do caixa eletrônico.  Me inspirei em coisas que eu gosto, em pessoas que eu gosto.  Em fatos do meu próprio cotidiano. Comecei a escrever em fevereiro de 2011. O primeiro livro levou três meses para ficar pronto. Eu tinha dezoito anos.”

U.M. – Fale sobre o seu livro?
R. – “Esse é meu primeiro livro escrito e também o primeiro publicado. É um romance sobrenatural, fala muito sobre almas e sentimentos (é confuso tentar explicar).  Existem mais dois livros que concluem a história. Alabastro: o fragmento do destino e Anjos: a legião das almas. Trilogia A alma do destino.”

U.M. – E para finalizar. O que os leitores podem esperar?
R. – “Seria presunção falar do que se pode esperar, mas espero que se emocionem e se identifiquem. Enfim, que se inspirem.”


Bem, sabem aquela minha meta de leitura... rsrsr Vou ter que mudar, pois Zandrora, é meu proximo livro!! Assim que terminar, publico aqui a minha opinião sobre ele!!





 

© Template elaborado por Cantinho do Blog. Clique aqui e Encomende o seu! - 2015. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré