Clássicos...

Ler é sempre muito bom, exercita a memória, nos ensina muito e nos apresenta lugares que jamais imaginamos que poderíamos conhecer. Para quem não possui o habito de ler fica a dica, nunca é tarde para começar. E para os iniciantes que não querem errar na leitura, que tal começar pelos clássicos?
São amados por muitos. (isso significa que são bons)
Por serem clássicos, você encontra em inúmeras livrarias e bibliotecas.

Deixo aqui a uma lista de cinco livros que nunca saem de moda.
Vamos começar com um brasileiro:
Dom Casmurro - Machado de Assis


O Livro foi escrito em  1899 e lançado em 1900. Seu personagem principal é Bento Santiago, que, narra seus conflitos e dramas, em primeira pessoa.
Ao longo dos anos, Dom Casmurro, com seus temas como o ciúme, a ambiguidade de Capitu, o retrato moral da época e o caráter do narrador, recebeu inúmeros estudos, adaptações para outras mídias e sofreu inúmeras interpretações, desde psicológicas e psicanalíticas na crítica literáriados anos 30 e dos anos 40, passando pelo feminismo na década de 1970 até sociológicas da década de 1980, e adiante.


O Diário de Anne Frank – Anne Frank

Diário escrito por Anne Frank entre 12 de junho de 1942 e 1 de agosto de 1944 durante a Segunda Guerra Mundial.
A menina fala sobre o período em que ficou escondida com sua família e outros judeus em Amsterdã durante a ocupação nazista nos Países Baixos, Anne Frank, com treze anos de idade, conta, em seu diário, a vida deste grupo de pessoas.
Na apresentação à primeira edição americana do diário, Eleanor Roosevelt descreveu-o como “um dos maiores e mais sábios comentários da guerra e seu impacto no ser humano que eu jamais li.”


O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry

O livro foi publicado em 1943 nos Estados Unidos. Numa primeira leitura, aparenta ser um livro para crianças, mas possui um grande teor poético e filosófico. O autor do livro foi também autor das ilustrações originais.
É o livro em língua francesa que mais foi vendido no mundo, com cerca de 143 milhões de exemplares , e entre 400 a 500 edições. Também se trata da terceira obra literária (sendo a primeira a Bíblia e a segunda o livro O Peregrino) mais traduzida no mundo, tendo sido publicado em 160 idiomas e dialetos.


Dom Quixote de La Mancha -  Miguel de Cervantes y Saavedra

Sua primeira edição publicada em Madrid no ano de1605. O livro é composto por 126 capítulos, divididos em duas partes: a primeira surgida em 1605 e a outra em 1615. Em maio de 2002, o livro foi escolhido como a melhor obra de ficção de todos os tempos. A votação foi organizada pelo Clubes do Livro Noruegueses e participaram escritores de reconhecimento internacional.
A obra conta a história do personagem Dom Quixote, um pequeno fidalgo castelhano que perdeu a razão por muita leitura de romances de cavalaria e pretende imitar seus heróis preferidos.


Orgulho e Preconceito - Jane Austen

Esse sem dúvidas é o meu favorito.  O livro foi publicado pela primeira vez em 1813, na verdade havia sido terminado em 1797, antes de ela completar 21 anos. A história mostra a maneira com que a personagem Elizabeth Bennet lida com os problemas relacionados à educação, cultura, moral e casamento na sociedade aristocrática do início do século XIX, na Inglaterra.
Apesar de a história se ambientar no século XIX, tem exercido fascínio mesmo nos leitores modernos, continuando no topo da lista dos livros preferidos e sob a consideração da crítica literária.

Depressão pós livro #1

Sempre que termino a leitura de um livro que toca meu coração, sinto um vazio, como se estivesse faltando algo em mim. Isso, nós leitores, chamamos de depressão pós livro,  DPL para os mais íntimos. Então decidi que cada DPL que eu tiver, vou publicar para vocês. Quem sabe, falando sobre o livro, e consiga diminuir essa sensação de vazio.
Nem preciso dizer que estou sofrendo de DPL "A Culpa é das Estrelas", nessa caso a culpa do é John Green mesmo.
Ri horrores e chorei litros lendo aquele livro, sem dúvidas sentirei falta do Gus e da Hazel.

Deixo aqui uma lembrança do livro. Um trecho (dos muitos) que me emocionou.


"Gus, meu amor, você não imagina o tamanho da minha gratidão pelo nosso pequeno infinito. Eu não trocaria por nada nesse mundo. Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e sou muito grata por isso."


Um pouco de suspense e terror...

Há um tempo atrás fui a um sebo comprar alguns livros. E encontrei um livro chamado "Estrada da Noite" do autor Joe Hill. O nome chamou a minha atenção e também gostei da simplicidade da capa. Comprei na hora.
Gostei muito da história, adorei conhecer  Judas Coyne e sua namorada Geórgia.
Para quem gosta de um pouco de terror fica a dica.









Sinopse


"Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.

"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.
Ancorando o sobrenatural na realidade psicológica de personagens complexos e verossímeis, Joe Hill consegue um feito raro: em seu romance de estréia, já é considerado um novo mestre do suspense e do terror."

Sobre o Autor:

Joseph Hillstrom King, mais conhecido como Joe Hill é um escritor estadunidense de livros do gênero de ficção. É filho do também escritor Stephen King. Seu nome foi escolhido como uma forma de homenagem ao anarquista sueco Joe Hill. Em 2007, lançou um livro de terror, intitulado no Brasil de A Estrada da Noite. É também de sua autoria a coletânea de contos Fantasmas do Século XX, publicada no Brasil em 2009.



Uma musica para os leitores...

Todo apaixonado por leitura sempre acaba associando determinadas musicas com seus livros favoritos.
Hoje estava escutando uma banda chamada Aliados e notei que a música “Sem sair do lugar” tem tudo haver com nós leitores.
Segue a letra para que vocês possam conferir!!



Sem sair do lugar - Aliados 
“Foi como aconteceu, não foi por acaso
letras jogadas no ar e viajaram como o vento

Até chegar em vocês


Gravo esse momento que marcou

Foi difícil, mas valeu. Agora sou eu

Começo a pensar, não pára mais 

Vou voar enfim ...


Refrão:

Gosto de sentir a brisa bater

Clareia minhas idéias, me faz entender

Assim vou saber, assim viajar

Primeira classe sem sair do lugar
Sem sair do lugar eu vou voar
Pode crer
Sem sair do lugar
Eu vou aonde for (2x)


Decolo pra ver essa estrela brilhar

Na minha cabeça vejo a terra girar

Ela dá muitas voltas e eu faço o que quero


Refrão:

Gosto de sentir a brisa bater

Clareia minhas idéias, me faz entender

Assim vou saber, assim viajar

Primeira classe sem sair do lugar
Sem sair do lugar eu vou voar
Pode crer
Sem sair do lugar
Eu vou aonde for (4x)”



A menina que roubava livros - Trailer

Para quem ama "A menina que roubava livros" - como eu -  segue o trailer legendado para que vocês possam conferir!!!
=)

Cheguei na página 100 #1


Livro: A Culpa é Das Estrelas
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Ano: 2012
Primeira frase da página 100:
"Gritei para acordar meus pais e eles entraram no quarto como dois furacões, mas não havia nada que pudessem fazer para diminuir a intensidade da supernova que explodia na minha cabeça, uma cadeia interminável de fogos de fogos de artifício intracranianos que fizeram pensar que minha hora tinha chegado de vez, e tentei me convencer - como já tinha feito antes - de que o corpo desliga quando a dor fica insuportável de mais, que a consciência é temporária e que tudo vai passar." 
Avaliação: 
O que estou achando: O que Markus Zusak disse sobre é livro é realmente verdade, estou apenas na página 100, mas já ri e também já chorei.
Estou amando o livro e simplesmente o devoro. Se eu tivesse mais tempo para a leitura, sem dúvidas já teria terminado esse livro...

Resenha - Bruxos e Bruxas - Livro 1


“No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos.”

Em meio a um governo muito rígido chamado Nova Ordem e liderado pelo Único que é o Único, milhares de jovens e crianças são presos acusados de traição, e muitos outros estão desaparecidos. Ninguém sabe o destino destes jovens.
A história é narrada sob o ponto dos irmãos Whit e Wisty - confesso que levei alguns capítulos para descobrir quem era quem, já que a narração se alterna entre os dois com grande frequência - Whit é um garoto de 17 anos, atlético, jogava no time de futebol da escola e tinha a namorada “perfeita”. Wisty é baixinha tem os cabelos cor de fogo e uma personalidade explosiva.
O livro é interessante e possui uma visão muito legal. O que mais gostei no livro, foi a forma que o autor mostrou a luta dos jovens pela liberdade.

"UM DIA, EM BREVE, OS JOVENS COMANDARÃO O MUNDO...
... E FARÃO UM TRABALHO MUITO MELHOR QUE O DOS ADULTOS."


Dou apenas três estrelas, pois o autor deixou a desejar na narração de alguns acontecimentos, pois alguns passaram rápidos de mais e acabei ficando um pouco perdida em alguns momentos. Outro ponto franco foi a falta de detalhamento, alguns cenários eu não consegui imaginar como eram.

Mesmo assim gostei do livro, a aventura dos irmãos para fugir da prisão e salvar os outros jovens me deixou empolgada. Mesmo com alguns pontos franco, ainda quero ler a continuação.

Ame ler!!!


"A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede."
(Carlos Drummond de Andrade)

"Uma boa leitura dispensa com vantagem a companhia de pessoas frívolas." 
(Marquês de Maricá)

"Amar a leitura é trocar horas de fastio por horas de inefável e deliciosa companhia." 
(John F. Kennedy)



Tenham uma ótima semana!!!
 

© Template elaborado por Cantinho do Blog. Clique aqui e Encomende o seu! - 2015. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré