Resenha – Um Homem de Sorte



Nesse livro Nicholas narra a vida de três personagens:
Logan Thibault, um fuzileiro naval que foi encaminhado ao Iraque. Durante uma corrida no deserto, ele encontra a foto de uma mulher desconhecida, e partir daquele dia, sua vida muda completamente. Supostamente, essa foto o salvou de um terrível ataque e continuou o salvando de atentados dos quais outros soldados sucumbiram. Era evidente o poder do "amuleto protetor" que ele carregava, ninguém conseguiria ter enfrentado tantas batalhas e ainda continuar vivo.

“Recuperava o fôlego com as mãos na cintura, quando viu o brilho pálido de uma fotografia, meio enterrada na areia. Parou para pega-la e percebeu que a plastificação era barata, mas bem feita, provavelmente para protegê-la das intempéries. Tirou o pó para ver a imagem com mais nitidez e foi então que a viu pela primeira vez.”

Após um grande amigo insistir muito, ele segue a pé, ao lado do seu cachorro Zeus, em busca de uma resposta. Depois muito tempo de caminhada, Thibault chega a pequena cidade de Hampton sem nenhuma direção de como encontrar essa mulher.

“Não foi só hoje à noite. Você achou essa fotografia por um motivo. Ninguém deu falta dela também por um motivo. Hoje resolveu pegá-la por um motivo. Ela estava destinada a você."

Também conhecemos Clayton, um policial mulherengo, com um caráter muito duvidoso e que pertence à família mais tradicional da cidade. E para atrapalhar a vida Thibault, esse cara é o ex-marido de Beth, a garota que ele tanto procura.
E por último, temos Beth, uma muito mulher bonita, com quase 30 anos de idade e que havia feito algumas escolhas erradas em sua vida. Ele tem um filho de 10 anos, Ben. Fruto de seu casamento com Clayton. Ela mora com sua avó em um rancho onde cuidam e treinam cachorros. Thibaut descobre que estão precisando de empregados para cuidar dos cachorros e ele se candidata.

“Não era pelo fato de ele estar olhando para ela, mas sim pelo modo como olhava para ela. Por mais louco que pudesse parecer, ele a olhava como se a tivesse reconhecido.”


É um livro que recomendo, mas com certeza, não é o melhor de Nicholas Sparks. A história é encantadora e desperta muito interesse. E possui um final surpreendente. Mas a narrativa é um pouco maçante, tem muita descrição e pouca ação. A história demora a se desenvolver e quando, finalmente chega ao ápice tudo ocorre muito rápido.





1 Gostou? Comente!:

  1. Até hoje li apenas dois livros do Nicholas Sparks, "Diários de uma paixão" e "Um amor para recordar" que são ótimos, já peguei esse livro algumas vezes para comprar, mas ainda não tive aquela vontade!! A historia parece legal... quem sabe eu compre da próxima vez!

    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por participar!!
Não esqueça de curtir a página do blog no face...
https://www.facebook.com/umminutoumlivroblog

 

© Template elaborado por Cantinho do Blog. Clique aqui e Encomende o seu! - 2015. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré